Detalhes do produto

Floração de imaginários: o romance baiano no século 20
Disponibilidade: Em estoque
R$ 30,00

  Sinópse

Aqui percorremos um sentido panorâmico (evolutivo, diacrônico) na análise do discurso romanesco na Bahia do século passado. O caminho tomado talvez não seja tão abrangente a ponto de cumprir todas as etapas históricas nem contemplar todos os autores, temáticas, estilos, contribuições, conquistas, influências etc. Preferimos o estudo sincrônico dos autores no plano estilístico e estrutural da formação romanesca na Bahia, sem que haja qualquer imperativo de ordem valorativa de superioridade de uns sobre outros. Face à flexibilidade de incorporarmos os romances encontrados em nossa pesquisa, fizemos a opção presuntiva de, fixando um leque de nomes e obras a partir da notícia de sua publicação, cotejá-los esteticamente, junto com seus pares em estilos, períodos e situações específicas. É possível que não seja a melhor forma de estudá-los. Mas foi a que intuímos como a mais adequada ao nosso objeto. Talvez cometamos injustiça quanto ao método, nunca, todavia, quanto à intenção.

  Ficha técnica
ISBN: 978-85-98493-40-4
Edição:
Ano de publicaçao: 2008
Nº de Páginas: 500
Formato: 15x22cm
Idioma: Português
  Sobre o autor
Jorge de Souza Araujo
JORGE DE SOUZA ARAUJO é baiano de Baixa Grande, cidadezinha encravada num dos sertões nordestinos onde água de chuva era (e ainda é) celebrada e recebida com ritual de dança, alegria e festa. Cedo migrou para o sul da Bahia (Poiri, Itabuna, Ilhéus), onde sedimentou sua formação escolar e humanista. Engraxate e sapateiro na infância, radialista e ator na adolescência, jornalista e escritor na maturidade, fez-se profissional de educação superior e de sonhos. É mestre e doutor pela Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem 65 anos, 35 livros publicados, quatro filhas e quatro netos. Acredita piamente na felicidade humana e na fantasia.

Se preferir compre em um site parceiro